Formação Novidades.

Destaque


Obrigatoriedade de preenchimento do Anexo C (formação profissional) do Relatório Único

Segundo a Portaria nº 55/2010 de 21 de Janeiro , emitida pelo Ministério do Trabalho e da Solidariedade Social, todas as entidades empregadoras ficam obrigadas a partir de 2011 ao preenchimento do Anexo C (relatório anual de formação contínua) ministrada aos/às seus/suas colaboradores/as a partir do ano de 2010.

Consulte aqui a Portaria:



Consulte aqui a Lei n.º 7/2009, de 12 de Fevereiro (Artigo 130.º e seguintes do Código do Trabalho)

Sabia que Segundo a Lei n.º 7/2009, de 12 de Fevereiro, que aprova o Código do Trabalho todas as empresas, independentemente do número de funcionários são obrigadas a dar 35 horas de formação anual aos seus funcionários, por uma entidade  formadora certificada para o efeito?

 

 



Invista na formação como a chave de sucesso para o desenvolvimento

 

O desenvolvimento profissional ao longo de toda a carreira é, hoje em dia, um aspecto marcante e diferencial em todas as profissões.

Promova o seu sucesso, seja pró-activo, ajude-se a si próprio e consolide os seus conhecimentos, desenvolva as suas competências e amplie a sua experiência profissional.

A qualificação gera oportunidades.

Inscreva-se nos nossos cursos de forma a garantir o seu futuro e inserção no mercado de trabalho.



Elabore o plano de formação de 2017 para a sua empresa

Pergunte-nos como.
 
Sabia que todas as empresas com um número de funcionários igual ou superior a 10 tem de apresentar até dia 31 de Março junto da ACT o plano de formação?
A não apresentação do plano de formação dá direito a Coima elevada à empresa inspeccionada.


Tipologias de Intervenção 3.2 – Formação para a inovação e gestão – Abertura de candidaturas

 

Estão abertas as candidaturas, no âmbito POPH para todas as empresas que queiram elaborar um plano de formação interno para 2014.

A Gesto Apreciativo ajuda-o a elaborar o seu plano de formação e candidatura.

A data limite para apresentação da candidatura é até 10 de Outubro.

Para mais informações contacte-nos!

Símbolo de Acessibilidade à Web
[D]

Iniciar sessão

Comunicação, relacionamento e higiene, saúde e segurança na empresa

Descrição

O desenvolvimento das pessoas no contexto organizacional e da própria empresa, depende do relacionamento interpessoal, que consequentemente interfere na motivação dos colaboradores, pois funciona como uma ferramenta de auxílio nesse processo, criando estratégias que possam atuar como força impulsionadora do comportamento dos indivíduos que a compõe. Desta forma, pretende-se com esta formação potenciar o impacto de uma boa interacção comunicacional para uma melhoria das relações interpessoais bem como dos objectivos a alcançar pela própria empresa.

Curso Terminado
Novo Curso
Horário: Pós-Laboral
Duração: 50 horas
Preço: 125 €
Início: 2014-12-02
Fim: 2014-12-19

Desejo Inscrever-me

Horário

Segundas a sextas-feiras, das 19h00 às 23h00, com exceção do último dia que terminará às 21h00.

Local de Realização

Guarda

Objectivo geral do curso

Pretende-se que os/as formandos/as sejam capazes de avaliar a importância do atendimento e comportamentos, para a imagem da empresa, identificar e gerir os conflitos organizacionais e adquirir conhecimentos acerca da temática de saúde, higiene e segurança no trabalho.

Objectivo específico do curso

Compreender a importância do atendimento para a imagem da empresa; Identificar e utilizar as estratégias mais adequadas para a resolução de conflitos; Reconhecer a importância da segurança, higiene e saúde no trabalho.

População-alvo

-Pessoas que estejam a frequentar uma das medidas de estágio promovidas pelo IEFP;

-Empresários/as;

-Pessoal administrativo;

-Todos/as os/as interessados no tema.

Modalidade de Formação

Formação Contínua/De Actualização

Formas de Organização

Formação Presencial ("em sala")

Metodologias de Formação

Será utilizada uma metodologia expositiva com teorização, contrabalançada por metodologias activas, que apelam à prática, ao desempenho e vivência de situações através da utilização de técnicas activas, nomeadamente: troca de experiências, role playing, exercícios práticos e autodiagnósticos visando uma visão mais clara das suas capacidades e competências, análise de estudos de caso e exploração de situações concretas das práticas profissionais dos participantes.

Todas as técnicas aplicadas visam a tomada de consciência por parte dos formandos da sua actuação em situação real, identificando os seus pontos fortes e estabelecendo objectivos de progresso ao nível da sua eficiência e eficácia profissional.

Avaliação da Formação

As acções de formação contemplam várias etapas de avaliação que a seguir se descrevem:

  1. Avaliação diagnóstica. É feita pelo formador, de modo a conhecer previamente os conhecimentos iniciais do formando.
  2. Avaliação de aprendizagem. É feita no final de cada módulo/acção. A avaliação de aprendizagem é feita pelo formando através de um teste escrito elaborado pelo formador.
  3. Avaliação de reacção. Tem como intervenientes os formandos e o formador. Esta avaliação vai permitir, que quer os formandos quer o formador, no final de módulo/cada acção, registem a sua opinião relativa a todo o decorrer e organização da acção.
  4. Avaliação de satisfação. Tem como interveniente os formandos. A avaliação de satisfação é feita pelo coordenador da Gesto apreciativo aos formandos no final de cada acção. Esta avaliação tem como objectivo avaliar a opinião dos formandos relativo à empresa Gesto Apreciativo.

Conteúdo Programático

Módulo Duração
Módulo I - Comunicação no atendimento: Importância para imagem da empresa 20h
Módulo II- Gestão de conflitos organizacionais 5h
Módulo III - Exercícios e Casos Práticos 10h
Módulo IV - Comunicação interpessoal e assertividade  5h
Módulo V - Saúde, higiene e segurança no trabalho 10h

Recursos Materiais e Pedagógicos

Videoprojector, tela de projecção, Retroprojector, Quadro Branco, Televisão e Vídeo, outros equipamentos solicitados pelos formadores.

Tipo de Horário

Pós-Laboral

Suportes de apoio à aprendizagem

Os suportes de apoio têm como objectivo apoiar quer o formador quer o formando durante a acção de formação presencial. No final ou no início de cada acção, será entregue um manual elaborado pelo formador da acção, a cada formando.

Espaços e Respectivos requisitos

Sala devidamente equipada com cadeiras, mesas, sistema de ventilação e com capacidade para 16 formandos.

Objectivos

Fotos

 
* A realização de cada acção de formação está dependente de um número mínimo de inscrições.
* Todos os participantes têm direito à documentação de apoio da acção e a um certificado de formação profissional.

2007-2017 - Gesto Apreciativo - Consultoria e Formação Profissional *
DGERT -  Direcção-Geral do Emprego e das Relações de TrabalhoInstituto de Emprego e Formação Profissional, Instituto públicoOrdem dos Técnicos Oficiais de Contas Autoridade para as Condições do TrabalhoAgência para a energiaCIGPrograma Operacional do Potencial Humano
 Powered by: Sentido Comum